segunda-feira, 17 de março de 2014

Pecados Desconhecidos

 

Quem pode discernir os próprios erros? Absolve-me dos que desconheço!
Também guarda o teu servo dos pecados intencionais; que eles não me dominem! Então serei íntegro, inocente de grande transgressão.
Que as palavras da minha boca e a meditação do meu coração sejam agradáveis a ti, Senhor, minha Rocha e meu Resgatador!

Salmos 19:12-14

Somos homens, somos pó, somos pecadores, por mais que busquemos a santificação diariamente, só atingiremos a estatura completa de varão perfeito quando estivermos com Ele.

Que possamos orar como o salmista: Deus, absolve-me dos meus erros que  desconheço! Existem pecados que todos, até os que não frequentam uma igreja conhecem, como matar, roubar, enganar e etc, são os chamados pecados reconhecidos, declarados, são os pecados vistos como “maiores”.

Porém, nós sabemos que não existem graus diferentes de pecados. Deus nos deu vestes brancas e deseja que nossas vestes sejam assim em todo tempo, então se houver uma mancha grande ou uma mancha pequena em nossas vestes, elas sempre serão vistas por Ele como pecado, não importa o tamanho.O pecado é a sujeira em nossas vestes.

Às vezes, cometemos pecados e nem percebemos e são a estes pecados que o salmista se refere. Pecados como os de omissão, uma pequena mentira tida como “inocente”, uma preguiça de buscar as coisas de Deus, junto com um excesso de energia de buscar as coisas do mundo, por exemplo, quando passamos mais tempo com o Facebook e seus irmãos do que buscando o Alimento que vem do céu... São tantos os pecados que lista-los seria impossível.

Conscientes de que existem mais pecados em nossas vidas do que aqueles que confessamos em nossas orações. Devemos sempre pedir ao Senhor que passe a nos revelar estes erros “desconhecidos” para que possamos nos libertar deles. É como uma dor, que a gente já nem nota mais, porque já se acostumou com ela. Não devemos nos acostumar com nenhum tipo de pecado. Nossas vestes devem sempre estar brancas e reconhecer e pedir perdão de nossos pecados é o mesmo que sempre deixa-las em processo de lavagem.

Que possamos ter a consciência do salmista: “Que os nossos pecados não nos dominem.” sejam eles intencionais ou desconhecidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário,
Deus te abençoe, estarei orando por sua vida !