quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Dirigidos por Deus...



Às vezes na nossa caminhada cristã rumo às conquistas das promessas que temos de Deus é preciso correr riscos, como Davi correu risco ao enfrentar o gigante Golias, como Neemias ao falar com o rei sobre a destruição de Jerusalém, como Ester ao interceder pelo seu povo junto a Assuero, como Israel ao deixar o Egito e como Abraão ao sair de sua terra sem saber para onde iria.

Quando adotamos estas atitudes desafiadoras o primeiro pensamento de quem nos vê é esta pessoa é louca, onde já se viu um ser tão pequeno ser capaz de derrotar um gigante?? Como poderia uma mulher interceder junto a um tão grande rei em favor de um pobre povo??

Os milagres realizados por Deus através destas pessoas dispostas a correr riscos foram gerados não por sua ousadia gratuita ou sua irracionalidade, eram homens e mulheres iguais a nós dirigidos por Deus que estavam dispostos a obedecer e defender o nome de Deus acima de qualquer coisa, mesmo que com isso fosse necessário pagar com suas próprias vidas.

Ás vezes nós também precisamos correr riscos, direcionados por Deus, pois se Deus nos mandar ir devemos ir movidos não pelas nossas forças, mas pelo amor de Deus e pelo amor a Deus que está em nossos corações.

Mas cabe aqui salientar que devemos agir, correr riscos guiados por Deus e antes de tudo devemos ir até o final, pois não é porque o gigante caiu que necessariamente ele esta morto, não é porque o rei permitiu que se construísse os muros que eles magicamente já foram construídos e não é porque falamos com o rei que deixaremos de armar nosso exército.

Obediência e temor a Deus acima de tudo, porque a nossa caminhada só termina quando Deus diz chega.



Davi, porém, disse ao filisteu: Tu vens a mim com espada, e com lança, e com escudo; porém eu vou contra ti em nome do Senhor dos Exércitos, o Deus dos exércitos de Israel a quem tens afrontado.

I Samuel 17.45

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário,
Deus te abençoe, estarei orando por sua vida !